Relationship: Relationship 65864

Actor 1: 
Actor 2: 
Relationship Type: 
Evidence: 
284. Conforme já mencionado acima (item 252), no processo 5048976-28.2015.404.7000, a pedido do MPF, foi decretada, em 08/10/2015, visando-se à apuração de pagamentos suspeitos efetuados pela empreiteira Mendes Junior a empresas com características de serem de fachada, a quebra do sigilo fiscal e bancário da Credencial, a partir da constatação de um pagamento, em 04/05/2012, de R$ 1.525.124,00 a ela pela empreiteira Mendes Júnior. 285. A partir da quebra, constatado ainda que a empresa recebeu, entre 26/12/2011 a 27/06/2013, R$ 12.923.735,84, do Consórcio CMMS (formado pela Mendes Júnior, MPE e Setal). 286. Já reconhecido na sentença prolatada na ação penal 5012331-04.2015.4.04.7000, cópia no evento 292, sent2, que, no contrato do Consórcio CMMS pela Petrobras para a execução das Unidades de Hidrodessulfurização de Nafta Craqueada (HDS), foram pagas propinas para agentes da Diretoria de Engenharia e Serviços e da Diretoria de Abastecimento da Petrobrás. Fuente: AÇÃO PENAL Nº 5030883-80.2016.4.04.7000/PR
Workspace: 
Brazil - LavaJato
Resource Movement: 
From CountryTo Country