Actor: HENRY HOYER DE CARVALHO

Code: 
PR-BUHHDC
Workspaces: 

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57802 HENRY HOYER DE CARVALHO PAULO ROBERTO COSTA Logistic- Planning financial distribution with HENRY HOYER DE CARV,i},LHOsabe ser um empresário do RJ que possui ume empresa · de telemarketing (não recordando O nome no momento), e o conheceu no ano de 2008, salvo ·.engilnoemumeventoonde estava presente ocõnsul da Grecia, KONSTANTINOS · KOTRONAKIS; QUE., acha possível que esse encontro tenha ocorrido naGrecia;QUE, com· · o tempo acabou desenvolvendo um vinculo. de amizade com HENRY, tendo o mesmo frequentado a sua reSidência e vice versa, o mesmo se aplicando a KONSTANTINOS KOTRONAKIS;QUE, KONSTANTINOS comentou acerca da necessidade de aumentar a participação de armadores gregos no processo de contratação de navios pela PETROBRAS; · QUE, o declarante· possuía. em face a sua· posição de Diretor·. de Aba.stecimento conhecimento prévio .acerca da quantidade de navios a serem contratados e periodicidade .. da contratação; QUE, ficou acertado que a comissão de brokeragem na ordem de 3% sobre o valor da contratação seria dividida da seguinte fprma: 40% para odeclarante, 20% para .. custos de emissão denota fiscal; 20% paraHENRYe20% para ocõnsul KONSTANTII'JOS
57799 HENRY HOYER DE CARVALHO PAULO ROBERTO COSTA Networking HENRY HOYER DE CARV,i},LHOsabe ser um empresário do RJ que possui ume empresa · de telemarketing (não recordando O nome no momento), e o conheceu no ano de 2008, salvo ·.engilnoemumeventoonde estava presente ocõnsul da Grecia, KONSTANTINOS · KOTRONAKIS; QUE., acha possível que esse encontro tenha ocorrido naGrecia;QUE, com· · o tempo acabou desenvolvendo um vinculo. de amizade com HENRY, tendo o mesmo frequentado a sua reSidência e vice versa, o mesmo se aplicando a KONSTANTINOS KOTRONAKIS;QUE, KONSTANTINOS comentou acerca da necessidade de aumentar a participação de armadores gregos no processo de contratação de navios pela PETROBRAS; · QUE, o declarante· possuía. em face a sua· posição de Diretor·. de Aba.stecimento conhecimento prévio .acerca da quantidade de navios a serem contratados e periodicidade .. da contratação; QUE, ficou acertado que a comissão de brokeragem na ordem de 3% sobre o valor da contratação seria dividida da seguinte fprma: 40% para odeclarante, 20% para .. custos de emissão denota fiscal; 20% paraHENRYe20% para ocõnsul KONSTANTII'JOS
57608 HENRY HOYER DE CARVALHO GRUPO QUEIROZ GALVAO Logistic - Serving as intermediary of "QUE HENRY mencionou para o declarante que a empreiteira QUEIROZ GALVAO devia a titulo de propina o valor de aproximadamente R$ 1,6 milhão, e solicitou o auxflio do declarante para operacionalizar as transferências; QUE para isso o declarante indicou a HENRY a empresa KFC HIDROSEMEADURA, controlada por LEONARDO MEIRELLES, a qual já prestava serviços para a QUEIROZ GALVAO, sendo para gerar tal montante de aproximadamente R$ 1,6 milhão excedente para repasse aos integrantes do PP, HENRY e PAULO ROBERTO COSTA, possivelmente foi feito algum aditivo contratual fictício ou contrato superfaturado; QUE o declarante buscou com LEONARDO MEIRELLES o numero de conta da KFC, documentação societária e contratos já finnnados com a QUEIROZ GALVAO, repassando tais documentos a HENRY, para que, junto à QUEIROZ GALVAO, verificasse a viabilidade de ser feito repasse através desta empresa, dentro do contrato que já existia entre a construtora e a KFC; QUE constatada tal possibilidade, HENRY entrou em contrato com o declarante solicitando que fosse emitida nota fiscal no valor de aproximadamente R$ 1,6 milhão pela KFC HIDROSSEMEADURA, o que de fato foi providenciado, sendo que LEONARDO MEIRELLES se encarregou de fornecer o valor espécie ao declarante, cobrando pelo uso da KFC o percentual de 20% do valor total da transação, incluída aí já a sua comissão e os valores de impostos; QUE a QUEIROZ GALVAO transferiu para a conta da pessoa jurídica da KFC o valor de aproximadamente R$ 1,6 milhão, mas não sabe se LEONARDO MEIRELLES efetuou saques diretamente desta conta do valor que foi entregue em espécie ao declarante; QUE incumbiu ao declarante entregar o dinheiro em espécie, uma parte na própria casa de HENRY no Rio de Janeiro"
57597 HENRY HOYER DE CARVALHO ARTHUR DE LIRA Logistic - Serving as intermediary of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57595 HENRY HOYER DE CARVALHO PAULO ROBERTO COSTA Networking "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57596 ALBERTO YOUSEFF HENRY HOYER DE CARVALHO Economic - Bribe payment to "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"