Actor: JOSE OCTAVIO

Code: 
PU-CISEJO
Workspaces: 

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57581 JOSE OCTAVIO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57572 JOSE OCTAVIO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57657 THE CLUBE JOSE OCTAVIO Economic - Bribe payment to "QUE o modo como operacionalizava esses pagamentos já foi referida no Termo de Colaboração n. 14; QUE havia outros deputados do PP, cuja posição era de menor relevância dentro do partido, que recebiam entre R$ 30.000,00 a R$ 150.000,00 por mês; QUE dentre os deputados que tem certeza de que receberam valores, estão GLADISON CAMELI, ARTHUR LIRA, JOAO LEAo, ROBERTO BRITTO, JOSÉ L1NHARES, ROBERTO BALESTRA, SANDES JÚNIOR, WALDIR MARANHAO, LUIZ FERNANDO FARIA, AGUINALDO RIBEIRO, DILCEU SPERAFICO, EDUARDO DA FONTE, ROBERTO TEIXEIRA, SIMAO SESSIM, JULIO LOPES, JERCNIMO GOERGEN, AFONSO HAMM, JOSÉ OTÁVIO GERMANO, LUIS CARLOS HEINZE, RENATO MOLLlNG, VILSON COVATTI, CARLOS MAGNO, ALINE CORRJ::A, MISSIONÁRIO JOSÉ OLlMPIO, LÁZARO BOTELHO; QUE tem certeza de que não receberam os deputados REBECA GARCIA, DIMAS FABIANO, RENZO BRAZ, VILALBA, IRACEMA PORTELA, ESPERIDIAo AMIN, PAULO MALUF, GUILHEME MUSSI, JAIR BOLSONARO; QUE a senadora ANA MÉLlA também tem certeza de que não recebeu"
57604 THE CLUBE JOSE OCTAVIO Political - Official donations (political campaign) to "QUE o declarante ressalta que nas épocas de campanha eleitoral, nos anos de 2006 e 2010, também era utilizado pelas empreiteiras cartelizadas o subterfúgio de efetuar doações oficiais para fazer frente aos repasses de propinas; QUE tais doações eram efetuadas tanto ao Partido Progressista (nacional ou estaduais) quanto diretamente aos próprios parlamentares; QUE tais doações oficiais eram deduzidas pelo declarante do percentual a receber das empreiteiras em decorrência de contratos firmados com a PETROBRAS; QUE questionado acerca de parlamentares especificos que receberam propinas por intermédio de doações oficiais, o declarante mencionou MARIO NEGROMONTE, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, ALINE CORREA, JOSE OTAVIO GERMANO e LUIZ FERNANDO; QUE também afirmou que, a pedido de PAULO ROBERTO COSTA, também foi efetuado pela empreiteira QUEIROZ GALVAO doação oficial a VALDIR RAUP, do PMDB, mas cujo valor na realidade se tratava de pagamento indevido decorrente de comissionamento de contrato firmado com a PETROBRAS; QUE a sistemática explicitada acima perdurou desde o ano de 2005 até o ano de 2012;"