Actor: TOME ENGENHARIA

Code: 
PR-BRCOTE1
Workspaces: 

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57756 TOME ENGENHARIA TECHINT ENGENHARIA E CONSTRUCAO S/A Economic - Being business partners with "QUE,faziam "" parte desse consorcio' as empreiteiras ALUSA e a GALVAO ENGENHARIA, sendo que a ultima participava do cartel;QUE, os seus contatos com a empresa TOME eram feitos ,na pessoa do Presidente CARLOS ALBERTO OLIVEIRA E SILVA; QUE, no ano de 2011 a TOME venceu outra licitação para fazer uma obra na Refinaria deCubatao, por meio de um consorcio em que participava a empresa francesa TECHINIP; QUE, foi solicitado por MARIO NEGROMONTE do PP que o declarante fizesse uma reunião com O dirigente da TOME.a fim de que fosse solicitado b repasse usual de cunho'politico"
57755 TOME ENGENHARIA TECHINT ENGENHARIA E CONSTRUCAO S/A Economic - Being business partners with "QUE,faziam "" parte desse consorcio' as empreiteiras ALUSA e a GALVAO ENGENHARIA, sendo que a ultima participava do cartel;QUE, os seus contatos com a empresa TOME eram feitos ,na pessoa do Presidente CARLOS ALBERTO OLIVEIRA E SILVA; QUE, no ano de 2011 a TOME venceu outra licitação para fazer uma obra na Refinaria deCubatao, por meio de um consorcio em que participava a empresa francesa TECHINIP; QUE, foi solicitado por MARIO NEGROMONTE do PP que o declarante fizesse uma reunião com O dirigente da TOME.a fim de que fosse solicitado b repasse usual de cunho'politico"
57754 TOME ENGENHARIA GALVAO ENGENHARIA SA Economic - Being business partners with "QUE,faziam "" parte desse consorcio' as empreiteiras ALUSA e a GALVAO ENGENHARIA, sendo que a ultima participava do cartel;QUE, os seus contatos com a empresa TOME eram feitos ,na pessoa do Presidente CARLOS ALBERTO OLIVEIRA E SILVA; QUE, no ano de 2011 a TOME venceu outra licitação para fazer uma obra na Refinaria deCubatao, por meio de um consorcio em que participava a empresa francesa TECHINIP; QUE, foi solicitado por MARIO NEGROMONTE do PP que o declarante fizesse uma reunião com O dirigente da TOME.a fim de que fosse solicitado b repasse usual de cunho'politico"
57753 TOME ENGENHARIA ALUSA Economic - Being business partners with "QUE,faziam "" parte desse consorcio' as empreiteiras ALUSA e a GALVAO ENGENHARIA, sendo que a ultima participava do cartel;QUE, os seus contatos com a empresa TOME eram feitos ,na pessoa do Presidente CARLOS ALBERTO OLIVEIRA E SILVA; QUE, no ano de 2011 a TOME venceu outra licitação para fazer uma obra na Refinaria deCubatao, por meio de um consorcio em que participava a empresa francesa TECHINIP; QUE, foi solicitado por MARIO NEGROMONTE do PP que o declarante fizesse uma reunião com O dirigente da TOME.a fim de que fosse solicitado b repasse usual de cunho'politico"
57037 TOME ENGENHARIA JOSE JANENE Political - Benefit particular interest of "QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE, dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS, CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57757 CARLOS ALBERTO MURARI TOME ENGENHARIA Logistic - Being the (administrative, finances, chair, among other positions) manager of "QUE,faziam "" parte desse consorcio' as empreiteiras ALUSA e a GALVAO ENGENHARIA, sendo que a ultima participava do cartel;QUE, os seus contatos com a empresa TOME eram feitos ,na pessoa do Presidente CARLOS ALBERTO OLIVEIRA E SILVA; QUE, no ano de 2011 a TOME venceu outra licitação para fazer uma obra na Refinaria deCubatao, por meio de um consorcio em que participava a empresa francesa TECHINIP; QUE, foi solicitado por MARIO NEGROMONTE do PP que o declarante fizesse uma reunião com O dirigente da TOME.a fim de que fosse solicitado b repasse usual de cunho'politico"
57014 PETROLEO BRASILEIRO SA -PETROBRAS TOME ENGENHARIA State- Stablishing contracts with "QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE, dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS, CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."