Relationship Type: State- Stablishing contracts with

Workspaces: 

Relaciones de este tipo

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57820 PUBRREPBSP MITSUI TOYO State- Stablishing contracts with

QUE indagado acerca dos fatos referentes ao Anexo n. 13, NAVIOS E SAMSUNG, afirma que PAULO ROBERTO COSTA intermediou o aluguel de um navio plataforma junto a área internacional da PETROBRAS, em contrato que foi formalizado entre a SAMSUNG e a PETROBRÁS, também com a participação da MITSUE, cujo representante no Brasil era JULIO CAMARGO; QUE para viabilizar a assinatura do contrato com a SAMSUNG, foi demandado que JULIO CAMARGO repassasse para o PMDB percentual que o declarante não sabe precisar, mas que se destinava a pagamento de vantagem indevida a integrantes do partido PMDB, notadamente o deputado federal EDUARDO CUNHA, bem como em favor de PAULO ROBERTO COSTA, à época Diretor de Abastecimento da PETROBRÁS; QUE para gerar tal valor, JULIO CAMARGO, agindo como broker em tal operação, inclusive respaldado em contrato firmado entre ele e a SAMSUNG, passou a repassar valores a FERNANDO SOARES, conhecido por FERNANDO BAIANO; QUE JULIO CAMARGO, enquanto broker, recebia comissionamento da SAMSUNG, em percentual que o declarante desconhece, mas a partir do qual passou a fazer frente aos pagamentos destinados a FERNANDO BAIANO; QUE FERNANDO SOARES representava o deputado EDUARDO CUNHA, do PMDB; QUE afirma que FERNANDO SOARES "representava" o PMDB no âmbito da PETROBRÁS, isto é, era o operador do PMDB tal qual o declarante era o operador do PP;"

57778 PUBRREPBSP PROMON ENGENHARIA LTDA State- Stablishing contracts with

QUE a única vez que tratou do pagamento de vantagem indevida por parte dessa empresa foi numa reunião realizada em quarto do hotel CAESAR PARK no bairro de LEBLON ou IPANEMA, cujos detalhes constam no termo de declaração nO 4; QUE o contato regular dessa empresa era a pessoa de CLAUDIO LIMA; QUE estavam presentes nesta reunião do hotel os representantes da SKANSKA, CLAUDIO LIMA, da ALUSA, CESAR LUIZ DE GODOY PEREIRA, da TECHINT, RICARDO OURIQUE, podendo ter participado desta reunião outras empresas que não se recorda os nomes; QUE quem marcou a reunião foi o secretário REGIS FISHNER para solicitação de "ajuda" para o caixa da campanha de reeleição do governador SERGIO CABRAL; QUE cada empresa deu a sua "ajuda", sendo pago no total R$ 30 milhões de "ajuda"; QUE o CONSÓRCIO CONPAR deu R$ 15 milhões, sendo que o restante foi divido entre as outras empresas, estando entra estas a SKANKA, ALUSA e UTC, além de outras empresas que o declarante não lembra o nome; QUE CLAUDIO LIMA era muito próximo também de VALDEMAR DA COSTA NETO do PR, ex-deputado federal condenado no mensalão;

57750 PUBRREPBSP SERVENG CIVILSAN SA State- Stablishing contracts with

"QUE, o Deputado Federal pelo
Ceara ANIBAL GOMES lhe procurou por Volta doana.de 2009/2010 para tratar de um assunto relaeionadoa enipresa SERVENG CIVILSAN SA a qual pretendia participar de licitaçÕes da PETROBRAS, sendo o nome da mesma incluído. no rol de empresas habilitadas participar dos certames (convidada), tendo ela se sagrado vencedora em algumas licitaçÕes"

57747 PUBRREPBSP GDK State- Stablishing contracts with

"QUE, a GDK atuava na construção de dutos, tendo sido contratada em algumas oportunidades pela PETROBRAS;
QUE, assevera que não houve qualquer favorecimerito a empresa .GDK por parte da Diretoria de Abastecimento enquanto chefiada pelo declaránte,"

57719 PUBRREPBSP ABREU E LIMA CNCC- CAMARGO CORREA State- Stablishing contracts with

"ABREU e LIMA CNCC- CAMARGO CORREA; QUE, o
consorcio em questão era formado pelas empresas CAMARGO CORREIA e CNEC e teria sido
contemplada com uma obra junto a refinaria Abreu e Lima em que pese a pressão para que
isso não ocorresse por conta da Operação Castelo de Areia; QUE, houve um intenso
"trabalho" para que esse resultado fosse obtido, por parte de JOSE JANENE e pelo declarante
sendo que PAULO ROBERTO COSTA acabou assumindo a responsabilidade da outorga
desse contrato ao consorcio CNCC; QUE, o contrato era em tomo de três bilhões de reais,
sendo a comissão acertada de um por cento desse valor a ser pago de forma parcelada; QUE,
recorda-se de que na época a conta contábil de débitos da CAMARGO CORREA estava em
tomo de setenta Ou oitenta milhões de reais relativos a outras obras da empresa; QUE,
assevera que os acionistas majoritários da CAMARGO CORREA, CARLOS PIRES e LUIS
NASCIMENTO teriam concordado com essa comissão. QUE, a comissão em questão foi paga de maneiras diversas; QUE, o valor de cerca de seis milhões de reais foi pago em três parcelas por um fornecedor do consorcio com sede na cidade do Recife, tendo o declarante comparecido nessa cidade onde encontrou com o mesmo em um hotel na praia de Boa Viagem; QUE, nos lembra do nome do empresário ou da empresa em questão ou das datas em que esteve na referida cidade para buscar valores, sendo a ultima no final do ano passado; QUE, lembra ainda que na agenda do
seu telefone blackberry que utilizava para falar com PAULO ROBERTO consta o nome desse
empresário do Recife, cujo nome agora lembra ser OSVALDO, salvo engano; QUE, cerca de
seis milhões de reais foi efetuada por meio de notas emitidas pelas empresas MO
CONSULTORIA, RIGIDEZ ou RCI para uma empresa com sede no Rio Grande do Sul e que
fornecia estruturas metálicas ao consorcio CNCC"

57706 PUBRREPBSP CONSORCIO RNEST - CONEST State- Stablishing contracts with

"QUE, acerca do
consorcio CONEST tem conhecimento de que era formado pelas empresas OAS e
ODEBRECHT e que o mesmo foi contemplado com duas obras junto a refinaria de ABREU E
LIMA (hidro tratamento de diesel e nafta e a unidade de destilação atmosférica), sendo os
contratos no valor aproximado de 4,5 bilhões de reais; QUE, o valor inicial da comissão era de
45 milhões de reais todavia acabou sendo reduzido para 20 milhões de reais; QUE, essa
redução foi comunicada em uma reunião onde estavam presentes PAULO ROBERTO COSTA,
MARCIO FARIA, Presidente da ODEBRECHT OLEO E GAS, JOSE JANENE e JOAO GENU;
QUE, a mencionada comissão fazia parte do repasse político ao PP acerca de todos os
contratos da Diretoria de PAULO ROBERTO COSTA na PETROBRAS; QUE, na mencionada
reunião, MARCIO FARIA explicou que a comissão fora reduzida mediante um acerto entre ele
e PAULO ROBERTO COSTA, sendo que parte dos recursos anteriormente combinados teriam
sido encaminhados ao Estado de Pemambuco a fim de que fossem resolvidos alguns
problemas que poderiam prejudicar a obra e os repasses ao consorcio CONEST"

57699 PUBRREPBSP BR DISTRIBUIDORA State- Stablishing contracts with

"QUE, existe uma rede de postos em São Paulo de um individuo de nome "CARLINHOS" qual possui escritório junto a Rua Faria Uma, da qual passou a ser sócio o banco BTG PACTUAL, provavelmente por meio de um fundo de investimento; QUE, teria havido um acordo para que esses postos passassem a operar com a bandeira PETROBRAS por meio da BR DISTRIBUIDORA, sendo o declarante contratado por PEDRO PAULO LEONI RAMOS, vulgo PP, para fazer o recebimento da comissão
relativa a esse negocio; QUE, em virtude dessa transação a mencionada rede de postos iria
receber cerca de trezentos milhões de reais para que passassem a operar com a bandeira
PETROBRAS caso houvesse a adesão de todos os postos da rede; QUE, acredita que
PEDRO PAULO tenha sido o operador da negociaçãO, a qual certamente iria retornar uma
comissão para algum dirigente da BR DISTRIBUIDORA; QUE, ficou acertado que
"CARLINHOS" iria retornar cerca de seis milhões de reais após o pagamento da
PETROBRAS, cabendo ao declarante receber tais recursos e entregar a PEDRO PAULO
LEONI;"

57690 PUBRREPBSP QUATTOR State- Stablishing contracts with

"QUE, a respeito do que consta do Anexo 30, intitulado PAGAMENTO DE CESTAS QUATIOR;
QUE, afirma que havia um acordo para a aquisição de matéria prima da PETROBRAS pela
QUATIOR, os quais seriam essenciais para o desenvolvimento da ultima, sendo alguns
deles de difícil localização no mercado; QUE, o valor desses produtos era ajustado perante a
diretoria ocupada por PAULO ROBERTO COSTA que levava ao colegiado da PETROBRAS
uma proposta que atendesse aos interesses da QUATIOR; QUE, em contrapartida a esse
favorecimento, a QUA TIOR desembolsava uma comissão estabelecida sobre o valor das
transações, sob a forma de percentual sobre a cesta de produtos o qual esclarece que era
variavel; QUE, as comissões variavam entre um a cinco milhões, pelo que recorda, sendo
alguns desses valores pagos de forma parcelada; QUE, era o declarante quem promovia o
recebimento dessas comissoes, sendo que parte era paga em espécie, inclusive no exterior
junto a contas de NELMA e CARLOS ALBERTO ROCHA, e parte mediante a emissão de
notas fiscais pelas empresas de WALDOMIRO DE OLIVEIRA."

57611 PUBRREPBSP BRASKEM State- Stablishing contracts with

"QUE indagado acerca
dos fatos mencionados no Anexo n. 16, afirma que a BRASKEM comprava e ainda compra
diversos produtos da PETROBRÁS; QUE os produtos objetos de compra eram nafta,
propeno, dentre outros; QUE para a cesta de produtos que a BRASKEM comprava há
muito tempo, a PETROBRÁS praticava preços diferentes para o mercado interno e o
internacional; QUE o preço da cesta no mercado internacional era bastante inferior ao
praticado no mercado interno; QUE nesse sentido, com o intuito de se favorecer na
aquisição de produtos da PETROBRÁS com preço inferior ao praticado no mercado
interno, a BRASKEM, inicialmente por intermédio de ALEXANDRINO, funcionário do alto
escalão de empresa, procurou JOSE JANENE, e este, por sua vez, juntamente com
PAULO ROBERTO COSTA, negociaram que o valor da cesta fosse similar ao praticado no
mercado internacional, em contrapartida ao pagamento de vantagem indevida pela
BRASKEM anualmente, em média US$ 5 milhões de dólares, dos quais 30% eram
destinados a PAULO ROBERTO COSTA e o restante ao PARTIDO PROGRESSISTA;
QUE o presidente da BRASKEN, JOSÉ CARLOS, era quem posteriormente, ratificava os
termos do acordo ilícito, batendo o martelo; QUE anualmente, o declarante se reunia com
ALEXANDRINO, acompanhado também de JOSÉ JANENE enquanto este era vivo,
PAULO ROBERTO COSTA e JOÃO GENU, ás vezes no Hotel HAYT ou TIVOL!, em São
Paulo/SP; QUE nestas reuniões eram fixados os termos do acordo, estipulando-se quanto
seria pago de vantagem indevida naquele"

57551 PUBRREPBSP SAMSUNG HEAVY INDUSTRIES CO State- Stablishing contracts with

"QUE indagado acerca
dos fatos referentes ao Anexo n. 13, NAVIOS E SAMSUNG, afirma que PAULO ROBERTO
COSTA intermediou o aluguel de um navio plataforma junto a área internacional da
PETROBRAS, em contrato que foi formalizado entre a SAMSUNG e a PETROBRÁS,
também com a participação da MITSUE, cujo representante no Brasil era JULIO
CAMARGO; QUE para viabilizar a assinatura do contrato com a SAMSUNG, foi
demandado que JULIO CAMARGO repassasse para o PMDB percentual que o declarante
não sabe precisar, mas que se destinava a pagamento de vantagem indevida a integrantes
do partido PMDB, notadamente o deputado federal EDUARDO CUNHA, bem como em
favor de PAULO ROBERTO COSTA, à época Diretor de Abastecimento da PETROBRÁS;
QUE para gerar tal valor, JULIO CAMARGO, agindo como broker em tal operação,
inclusive respaldado em contrato firmado entre ele e a SAMSUNG, passou a repassar
valores a FERNANDO SOARES, conhecido por FERNANDO BAIANO; QUE JULIO
CAMARGO, enquanto broker, recebia comissionamento da SAMSUNG, em percentual que
o declarante desconhece, mas a partir do qual passou a fazer frente aos pagamentos
destinados a FERNANDO BAIANO; QUE FERNANDO SOARES representava o deputado
EDUARDO CUNHA, do PMDB; QUE afirma que FERNANDO SOARES "representava" o
PMDB no âmbito da PETROBRÁS, isto é, era o operador do PMDB tal qual o declarante
era o operador do PP;"

57324 PUBRREPBSP ESTRE AMBIENTAL S.A State- Stablishing contracts with

ESTRE PETROLEO (empresa do 'mesmo grupQ dàESTRE. AMBiENTAL) acàbou ganhando a licitação para aconstrução do .estaleiro e a prodUção das embarcações;

57200 PUBRREPBSP SUZANO PETROQUIMICA State- Stablishing contracts with

"QUE, unia dessas aquisições, a da SUZANO
"" PETROQUIMICA, lhe pareceu uni pouco estranha; QUE, esclarece que existe um setor na
PETROBRASdenominado Gerencia Executiva de Novos Negócios o qual atua na área de
grandes fusõeseaquisições;QLJE, nocasodaSUZANO PETROQUIMICA, tanto a área de
,novos negóCios como os bancos que assessoravam a PETROBRAS estabeleceram um
range, que representaria os limitésmãxinio e mínimo de precificação da empresa que iria
ser adquirida; QUE, como praxe, seria esperado que o preço de aquisição fosse próximo do
mínimo, afim de atender aos interesses comerciais da PETROBRAS; QUE,esClarece que
esse range é feito para informação interna 'e baseado emcritérios técnicos, ou seja, o range
não.é apurado como estratégia. de negociação para que o valor final seja menor."

57172 PUBRREPBSP SARGENT MARINE State- Stablishing contracts with

"Que então em 2008 houve uma reunião na casa de um empresário e lobista do Rio de Janeiro
chamado JORGE LUZ, que apresentou ao declarante uma empresa americana que poderia
adquirir asfalto no exterior e o trazer para o Brasil, chamada SARGENT MARINE; QUE a
PETROBRÁS veio a contratar esta empresa, assim como outras para fornecer asfalto à
estatal; QUE há uma demanda sazonal de asfalto, por exemplo, em ano eleitoral se precisa
muito de asfalto, e no ano de 2008 a demanda estava alta; QUE a contratação da empresa
referida gerou para JORGE LUZ uma comissão, e soube pelo próprio JORGE LUZ que este
teria dividido a comissão com o deputado VACAREZZA; QUE soube deste repasse em uma
outra reunião na casa de JORGE LUZ, na qual conheceu pessoalmente CANDIDO
VACAREZZA, e quando ficou sabendo que JORGE teria repassado R$ 400 mil (quatrocentos
mil reais) ao referido parlamentar; QUE não sabe a razão pela qual JORGE LUZ teria dividido
sua comissão com VACAREZZA, acreditando que se tratava de algum negócio entre ambos"

57022 PUBRREPBSP TOSHIBA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57020 PUBRREPBSP DELTA CONSTRUCTIONS State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57019 PUBRREPBSP ENGESA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57017 PUBRREPBSP CONSTRUCAP State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57015 PUBRREPBSP JARAGUA EQUIPO INDUSTRIAL State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57014 PUBRREPBSP TOME ENGENHARIA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57010 PUBRREPBSP ANDRADE GUTIERREZ State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57009 PUBRREPBSP GRUPO QUEIROZ GALVAO State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57008 PUBRREPBSP SKANSA BRASIL LTDA. State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57004 PUBRREPBSP SETAL OLEO E GAS S/A State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

57000 PUBRREPBSP MENDES JUNIOR State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56998 PUBRREPBSP CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56997 PUBRREPBSP UTC ENGENHARIA S/A State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56995 PUBRREPBSP CONSORCIO NACIONAL CAMARGO CORREA ­-CNCC State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56993 PUBRREPBSP IESA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56992 PUBRREPBSP ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56991 PUBRREPBSP GALVAO ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56989 PUBRREPBSP OAS LTDA State- Stablishing contracts with

"QUE, Youssef diz ter se reunido por diversas vezes com empreiteiras, PAULO ROBERTO e JANENE em hotéis no Rio de Janeiro e São Paulo, bem assim na residência de JANENE no bairro Itaim, em São Paulo; QUE, nessas reuniões recorda-se de ter presenciado alguns diretores de empreiteiras fazendo comentários acerca de listas de empresas que deveriam ser contratadas havendo algumas reclamações dirigidas a PAULO ROBERTO de que por vezes a ordem de contratação não estava sendo respeitada; QUE, essas reunioes eram periódicas de duas a três vezes ao mês; QUE, segundo teve conhecimento, as grandes empreiteiras reuniam-se para definir os ganhadores das licitações junto a PETROBRAS, deliberando também o que seria reservado as empresas menores; QUE, questionado acerca do envolvimento de dos dirigentes das empresas nesse esquema, diz acreditar que não apenas os diretores mas os donos tinham ciência do esquema, o mesmo se aplicando aos acionistas majoritários; QUE, dentre as grandes empreiteiras que participavam do
esquema anteriormente mencionado, cita: OAS, GALVAO ENGENHARIA, ENGEVIX, lESA, CAMARGO CORREA, UTC, ODEBRECHT, MENDES JUNIOR, SETAL, MITSUI TOYO, SKANKAS, QUEIROZ GALVAO, ANDRADE GUTIERREZ, TOME ENGENHARIA; QUE,
dentre as empresas de médio porte, destaca: JARAGUA EQUIPAMENTOS,
CONSTRUCAP, ENGESA, DELTA, TOSHIBA, dentre outras que não recorda no momento; QUE, a pauta das reunioes das quais participou era relativa a contratos e comissões a serem pagas; QUE, deseja esclarecer que as comissoes eram obrigatórias, ou seja, as
empresas que não pagassem sofriam retaliações, podendo citar o caso da empresa DELTA."

56964 TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUCTO BOLIVI - BRASIL (TBG) CONSORCIO NACIONAL CAMARGO CORREA ­-CNCC State- Stablishing contracts with

Alberto Youssef recorda-se de ter feito no ano de 2003 um pagamento a PAULO ROBERTO COSTA em um shopping no valor aproximado de trezentos mil dolares por conta de um contrato entre a TBG e a MITSUI/CAMARGO CORREA, a mando de JOSE JANENE;

56962 TRANSPORTADORA BRASILEIRA GASODUCTO BOLIVI - BRASIL (TBG) MITSUI TOYO State- Stablishing contracts with

Alberto Youssef recorda-se de ter feito no ano de 2003 um pagamento a PAULO ROBERTO COSTA em um shopping no valor aproximado de trezentos mil dolares por conta de um contrato entre a TBG e a MITSUI/CAMARGO CORREA, a mando de JOSE JANENE;

56875 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR AF CONSULT LTDA State- Stablishing contracts with

O edital de licitação GAC.T/CO.I-004/2010 foi publicado em 28/05/2010, modalidade concorrência internacional do tipo técnica e preço, para contratação de serviços técnicos especializados de engenharia do pacote eletromecânico 1 associado ao primário da unidade 3 de ANGRA 3. Foi vencedora a empresa AF CONSULT LTD Finlândia e previu que 100% dos serviços contratados deveriam ser realizados no Brasil. Por exigência contratual, a AF CONSULT LTD Finlândia, subcontratou as empresas AF CONSULT Ltda. Brasil e a ENGEVIX.

56873 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

05.03.2013, a ENGEVIX subscreveu o contrato GAC.T/AS- 4500160692 (tendo por objeto a prestação de Serviços Técnicos Especializados de Engenharia do Pacote Civil 2 - Projetos de Edificações da Unidade 3 de ANGRA 3) no valor original de R$ 11.305.663,41. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56872 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

A ENGEVIX foi a vencedora e subscreveu o contrato GAC.T/AS- 4500149995 em 06.03.2012, no valor original de R$ 103.000,00 na base dezembro de 2011. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56868 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

A partir da avaliação da proposta com a inclusão de Índice Técnico, a ENGEVIX ENGENHARIA foi classificada em primeiro lugar no certame, tendo firmado em 21/12/2011 o contrato GAC.T/CT- 4500146846 destinado à prestação de serviços técnicos especializados de engenharia do Pacote Eletromecânico 2, associado ao Secundário de ANGRA 3, no valor de R$ 109.098.115,07. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56867 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

A ENGEVIX foi consagrada vencedora e celebrou com a ELETRONUCLEAR, tendo firmado o contrato GAC.T/AS- 4500145718 destinado à prestação de serviços de engenharia para elaboração dos projetos executivos e projetos legais do edifício de apoio, ampliação da passarela e atracadouro flutuante na Praia do Frade, município de Angra dos Reis - RJ, no valor original de R$ 118.800,00. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56866 ENGEVIX ENGENHARIA SA ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR State- Stablishing contracts with

e em 02.02.2012, foi formalizado o Aditivo 1 ao contrato (CONTRATO GAC.T/CT- 4500136548), tendo por objeto alteração de anexos sem a modificação do valor contratual. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56863 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

EDITAL GAC.T/CN-005/2010 (PROCESSO GAC.T-034/09) E CONTRATO GAC. T/CT- 033/10. Licitação GAC.T/CN-005/2010 foi publicado em 28.05.2010 com o objetivo de contratar serviços Técnicos Especializados de Engenharia Pacote Civil 1 - Cálculos Estruturais de ANGRA 3, optando-se pela modalidade de licitação técnica e preço.

56859 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ENGEVIX ENGENHARIA SA State- Stablishing contracts with

contrato foi firmado pela ENGEVIX com a ELETRONUCLEAR em 17.02.1982 e destinava-se à execução de serviços de engenharia e consultoria de projeto para as obras de construção civil da Central Nuclear Almirante Alvaro Alberto, Unidades 2 e 3 (ANGRA 2 e ANGRA 3). http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56826 ANDRADE GUTIERREZ ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR State- Stablishing contracts with

CONTRATO GAC.T/CT-008/05 DE 21 DE JUNHO DE 2006 Contrato firmado para construção do depósito 3 e complementação das obras de ampliação do depósito 2 do Centro de Gerenciamento de Rejeitos (CGR), no valor de R$ 15.208.074.65, assinado por Othon Luiz, pela ELETRONUCLEAR, e Clóvis Renato, pela empreiteira, em 21.06.2006. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56824 ANDRADE GUTIERREZ ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR State- Stablishing contracts with

CONTRATO GAC.T/CT-003/007 DE 13 DE AGOSTO DE 2007 Este contrato referente à construção do depósito inicial dos geradores de vapor de Angra 1, no valor original de R$ 13.457.950,26, foi assinado por Othon Luiz, pela ELETRONUCLEAR, e Clóvis Renato pela ANDRADE GUTIERREZ. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56810 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ANDRADE GUTIERREZ State- Stablishing contracts with

O Contrato NCO-223/83 foi firmado entre a ELETRONUCLEAR e a ANDRADE GUTIERREZ, vencedora do Edital de Licitação NCO/GAC-002-81 em 10.06.21983 para implementação das obras e serviços de construção de ANGRA 3. A obra iniciou-e em junho de 1984 e foi suspensa em abril de 1986. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56784 ELECTROBRAS TERMONUCLEAR S/A - ELECTRONUCLEAR ANDRADE GUTIERREZ State- Stablishing contracts with

O aditivo 1 para alteração de cláusulas contratuais no valor de R$ 1.400.000,00 e aditivo 2 para alteração do prazo para execução dos serviços, foram assinados por Othon Luiz, pela ELETRONUCLEAR, e Marcos José M. Teixeira, pela empreiteira, em 22.06.2007 e 19.12.2007,respectivamente. http://lavajato.mpf.mp.br/desmembramentos/rio-de-janeiro/documentos/sent...

56782 ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSORSIO RIO MELHOR State- Stablishing contracts with

(Contrato nº2607.022264 7-93/2007 e 2607.0222646-89/2007) Lote 3 - Complexo do Alemão: beneficiado com investimentos de cerca de R$ 470 milhões. O projeto incluiria sistema de teleférico de seis estações permitindo o transporte de ate 30 mil passageiros/dia, hospital, escola de ensino medio e 2620 novas unidades habitacionales. Fuente: Denuncia IPL 0017513-21.2014.4.02.5101 Distribuição por dependência: Autos Nº 0057817-33.2012.4.02.5101 (operaçao Saqueador) e 0509503-57.2016.4.02.5101 (operaçao Calicute)

56781 ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSORCIO NOVOS TEMPOS State- Stablishing contracts with

(Contrato nº 2607.0215753-50/2007) Lote 1- Comunidade da Rocinha: beneficiada com investimentos de cerca de R$180 milhões. O projeto de urbanização incluiria a construção de creche-modelo, hospital, 428 unidades de relocação, complexo esportivo e passarela desenhada por Oscar Neimeyer. Fuente: Denuncia IPL 0017513-21.2014.4.02.5101 Distribuição por dependência: Autos Nº 0057817-33.2012.4.02.5101 (operaçao Saqueador) e 0509503-57.2016.4.02.5101 (operaçao Calicute)

56780 ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSORCIO MANGUINHOS State- Stablishing contracts with

(Contrato nº 2607.0222648-06/2007) Lote 2- Complexo de Manguinhos: beneficiado com investimentos de cerca de R$265 milhões. O projeto incluiria a transformação da Estação de Tren Manguinhos em um terminal intermodal de transporte, elevação do trecho da linha férrea ao longo da Avenida Leopoldo Bulhoes, novas vagas de estacionamiento, 1774 novas moradias, escola de ensino medio, hospital e biblioteca. Fuente: Denuncia IPL 0017513-21.2014.4.02.5101 Distribuição por dependência: Autos Nº 0057817-33.2012.4.02.5101 (operaçao Saqueador) e 0509503-57.2016.4.02.5101 (operaçao Calicute)

56732 ESTADO DO RIO DE JANEIRO HIGHTEX GROUP PCL State- Stablishing contracts with

Houve acrescimo no total da obra alegando-se a constataçao posterior, e portanto nao prevista no projeto basico e obviamente nao constante do edital de licitaçao, de que a cobertura antiga nao poderia ser mantida. Assim, o Governo do Estado do Rio de Janeiro apresentou novo projeto executivo com acresimos da ordem de R$250.000.000,00 que elevaram o preço a R$956,8 milhoes, sob a alegaçao da necessidade de reconstruçao total da cobertura do estadio.

56730 CONSORCIO MACARANA RIO 2014 ESTADO DO RIO DE JANEIRO State- Stablishing contracts with

Uma vez predeterminada a formação do consorcio vencedor, inclusive com os agentes publico que garantiriam o direcionamento da licitação, coube a empreiteira OAS a apresentação de proposta de cobertura para dar visos de competitividade a fraude. Fuente: Denuncia IPL 0017513-21.2014.4.02.5101 Distribuição por dependência: Autos Nº 0057817-33.2012.4.02.5101 (operaçao Saqueador) e 0509503-57.2016.4.02.5101 (operaçao Calicute)

Pages