Actor: PROMON ENGENHARIA LTDA

Code: 
PRBRCOPEL
Workspaces: 
Degree Centrality: 
214362.27
Betweenness Centrality: 
50535.98
PROMON Engenharia Ltda is a engineering services company founded in 2004. The company main address is: Av. Pres. Juscelino Kubitschek 1.830 Sao Paulo, 04543--900 Brazil. This company was identified as one of the companies that transferred money to ARATEC in 2012 and 2013 and totaled R$ 3,465.00. Also is one of the companies that compose the "CLUBE". This group (CLUBE) is an organization composed for companies, representatives and other organizations that work together in order to obtain illicit advantages through the practice of crimes during the period of 2004-2014. Source: http://d1ao0r2iuz522v.cloudfront.net/82e556a9ab2a44ce1714a6cb29cac972.pdf http://d1ao0r2iuz522v.cloudfront.net/0f5e313f09e51a7277e67d8a9544783b.pdf

Actor Cases

No se encontraron resultados

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
46662 PROMON ENGENHARIA LTDA THE CLUBE Logistic - Being part of

"Ministério Público Federal:­ Tá. Todas essas reuniões aconteciam com todas as empresas?
Maurício:­  Existiam  as  reuniões  grandes,  onde  tinha  a  presença  de  todas  as empresas, ou, raramente, podia ter a ausência de uma ou outra empresa.
Ministério Público Federal:­ Tá. Quais eram as empresas que participavam dessas reuniões?
Maurício:­ Olha, as grandes empresas:­ Andrade, Camargo Correa, ODEBRECHT, Queiroz Galvão, UTC, Galvão, Skanskas, Promon, MPE, Techinit, a GDCAR, Iesa, a SOG. Não sei se eu (...)
Ministério Público Federal:­ Mendes Júnior?
Maurício:­ Mendes Júnior também. http://lavajato.mpf.mp.br/atuacao-na-1a-instancia/denuncias-do-mpf/docum...   Pág. 35"

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57778 PUBRREPBSP PROMON ENGENHARIA LTDA State- Stablishing contracts with

QUE a única vez que tratou do pagamento de vantagem indevida por parte dessa empresa foi numa reunião realizada em quarto do hotel CAESAR PARK no bairro de LEBLON ou IPANEMA, cujos detalhes constam no termo de declaração nO 4; QUE o contato regular dessa empresa era a pessoa de CLAUDIO LIMA; QUE estavam presentes nesta reunião do hotel os representantes da SKANSKA, CLAUDIO LIMA, da ALUSA, CESAR LUIZ DE GODOY PEREIRA, da TECHINT, RICARDO OURIQUE, podendo ter participado desta reunião outras empresas que não se recorda os nomes; QUE quem marcou a reunião foi o secretário REGIS FISHNER para solicitação de "ajuda" para o caixa da campanha de reeleição do governador SERGIO CABRAL; QUE cada empresa deu a sua "ajuda", sendo pago no total R$ 30 milhões de "ajuda"; QUE o CONSÓRCIO CONPAR deu R$ 15 milhões, sendo que o restante foi divido entre as outras empresas, estando entra estas a SKANKA, ALUSA e UTC, além de outras empresas que o declarante não lembra o nome; QUE CLAUDIO LIMA era muito próximo também de VALDEMAR DA COSTA NETO do PR, ex-deputado federal condenado no mensalão;