Actor: PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB)

Actor Type: 
Code: 
PU-POPAPPBP
Workspaces: 

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
57114 PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) ALEXANDRE JOSE DOS SANTOS Political - Benefit particular interest of "QUE quanto a ALEXANDRE JOSÉ DOS SANTOS, deputado federal pelo PMDB, do Rio de Janeiro, recorda-se que o mesmo participou de algumas reuniões com o declarante na Sede da PETROBRÁS; QUE em tais reuniões o referido deputado trouxe ao conhecimento do declarante que possuía alguns terrenos próximos à COMPERJ e ofereceu tais imóveis para serem alugados pelas empreiteiras que iniciariam a construção do dito Complexo; QUE o declarante não levou tal assunto ao conhecimento de nenhuma das empreiteiras e tampouco referido parlamentar lhe perguntou mais sobre isso; QUE nunca recebeu nenhuma solicitação de valores de ALEXANDRE JOSÉ DOS SANTOS; QUE este deputado tinha o reduto eleitoral em São Gonçalo e Itaboraí, justamente área de construção da COMPERJ; QUE então seria de interesse do parlamentar que a obra em questão tivesse um bom andamento, pois geraria empregos e impostos na região; QUE se recorda que encontrou ALEXANDRE JOSÉ DOS SANTOS mais uma ou duas vezes, juntamente com o prefeito de Itaboraí, para falar sobre a COMPERJ."
57109 PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) ALINE LEMOS DE OLIVEIRA Economic - Financial transactions to QUE assim como os demais parlamentares do PP, ALINE CORREA deveria ter algum tipo de benefício oriundo dos recebimentos do partido a partir da cota devida pelos contratos firmados no âmbito da Diretoria de Abastecimento da Petrobrás, titulada pelo declarante; QUE ALINE CORREA nunca pediu pessoalmente nenhum valor ao declarante, recordando-se da mesma apenas porque participava de algumas das reuniões com o grupo principal de dirigentes do PP, em razão de ser filha de PEDRO CORREA, e enquanto o PP foi dirigido por JOSE JANENE e MARIO NEGROMONTE;
57105 PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) PAULO ROBERTO COSTA Logistic - Influence on "QUE com relação ao processo que levou à destituição de PAULO ROBERTO COSTA da Diretoria de Abastecimento da PETROBRAS, o declarante acredita que tenha se dado em razão de disputas de poder dentro do próprio Partido Progressista, bem como também disputas políticas com outros partidos;"
57002 PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) SIMAO SESSIM Economic - Financial transactions to QUE normalmente os parlamentares do PP já recebiam sua cota a partir do quanto destinado ao próprio PP da parcela de um por cento dos contratos firmados no âmbito da Diretoria de Abastecimento; QUE não perguntou a SIMÃO SESSIM por qual razão não procurou o próprio PP para pedir o aumento da sua cota

Relaciones de este actor

ID Actor 1 Actor 2 Tipo Evidencia
61569 Dimas Toledo PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic -Being the Intermediary of DIMAS TOLEDO era o operador do esquema de corrup~ăo em Furnas pela PSDB. O esquema de Furnas atendia varios interesses espurios do PP, do PSDB e depois de 2002, do proprio PT. DELCIDIO DO AMARAL, em viagem a Campinas com o presidente LULA, foi perguntado pela Ex-Presidente sobre a atua~ăo de DIMAS: "OELCfOIO, quem e esse cara?" DELCIDIO respondeu: "E um protissional do setor eletrico. Por que o senhor me pergunta isso?" LULA respondeu: "E porque o Janene veio me pedir pela permanencia deie, depois o AECIO eate o PT, que era contra, já virou a tavor da permanencia deie. Deve estar roubando muito!"
57830 AGNALDO RIBEIRO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; ****QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"****
57829 DUDU DA FONTE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; ****QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"****
57822 ARTHUR DE LIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being the (administrative, finances, chair, among other positions) manager of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57821 CIRO NOGUEIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Decision-making and leadership (de facto) of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57783 REGIS FISCHNER PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of QUE a única vez que tratou do pagamento de vantagem indevida por parte dessa empresa foi numa reunião realizada em quarto do hotel CAESAR PARK no bairro de LEBLON ou IPANEMA, cujos detalhes constam no termo de declaração nO 4; QUE o contato regular dessa empresa era a pessoa de CLAUDIO LIMA; QUE estavam presentes nesta reunião do hotel os representantes da SKANSKA, CLAUDIO LIMA, da ALUSA, CESAR LUIZ DE GODOY PEREIRA, da TECHINT, RICARDO OURIQUE, podendo ter participado desta reunião outras empresas que não se recorda os nomes; QUE quem marcou a reunião foi o secretário REGIS FISHNER para solicitação de "ajuda" para o caixa da campanha de reeleição do governador SERGIO CABRAL; QUE cada empresa deu a sua "ajuda", sendo pago no total R$ 30 milhões de "ajuda"; QUE o CONSÓRCIO CONPAR deu R$ 15 milhões, sendo que o restante foi divido entre as outras empresas, estando entra estas a SKANKA, ALUSA e UTC, além de outras empresas que o declarante não lembra o nome; QUE CLAUDIO LIMA era muito próximo também de VALDEMAR DA COSTA NETO do PR, ex-deputado federal condenado no mensalão;
57758 MARIO NEGROMONTE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Serving as intermediary of "QUE,faziam "" parte desse consorcio' as empreiteiras ALUSA e a GALVAO ENGENHARIA, sendo que a ultima participava do cartel;QUE, os seus contatos com a empresa TOME eram feitos ,na pessoa do Presidente CARLOS ALBERTO OLIVEIRA E SILVA; QUE, no ano de 2011 a TOME venceu outra licitação para fazer uma obra na Refinaria deCubatao, por meio de um consorcio em que participava a empresa francesa TECHINIP; QUE, foi solicitado por MARIO NEGROMONTE do PP que o declarante fizesse uma reunião com O dirigente da TOME.a fim de que fosse solicitado b repasse usual de cunho'politico"
57676 UTC ENGENHARIA S/A PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "QUE para comprar a bancada do PP na Cãmara Federal, o partido tinha que arrecadar entre R$ 3 a R$ 4milhões mensalmente; QUE esses pagamentos eram feitos com o objetivo de influenciar os parlamentares nas decisões políticas que eram tomadas na Câmara Federal, isto é, na votação de projetos de lei que fossem do interesse do Poder Executivo; QUE embora não tenha pago diretamente esses parlamentares referidos, na campanha eleitoral de 2010, a pedido do líder do PP, o declarante solicitou às construtoras QUEIROZ GALVAO, JARAGUA EQUIPAMENTOS, UTC, OAS, dentre outras que não se recorda, que doassem oficialmente valores a candidatos do Partido Progressista aos cargos de deputado federal e senador"
57675 OAS LTDA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "QUE para comprar a bancada do PP na Cãmara Federal, o partido tinha que arrecadar entre R$ 3 a R$ 4milhões mensalmente; QUE esses pagamentos eram feitos com o objetivo de influenciar os parlamentares nas decisões políticas que eram tomadas na Câmara Federal, isto é, na votação de projetos de lei que fossem do interesse do Poder Executivo; QUE embora não tenha pago diretamente esses parlamentares referidos, na campanha eleitoral de 2010, a pedido do líder do PP, o declarante solicitou às construtoras QUEIROZ GALVAO, JARAGUA EQUIPAMENTOS, UTC, OAS, dentre outras que não se recorda, que doassem oficialmente valores a candidatos do Partido Progressista aos cargos de deputado federal e senador"
57674 JARAGUA EQUIPO INDUSTRIAL PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "QUE para comprar a bancada do PP na Cãmara Federal, o partido tinha que arrecadar entre R$ 3 a R$ 4milhões mensalmente; QUE esses pagamentos eram feitos com o objetivo de influenciar os parlamentares nas decisões políticas que eram tomadas na Câmara Federal, isto é, na votação de projetos de lei que fossem do interesse do Poder Executivo; QUE embora não tenha pago diretamente esses parlamentares referidos, na campanha eleitoral de 2010, a pedido do líder do PP, o declarante solicitou às construtoras QUEIROZ GALVAO, JARAGUA EQUIPAMENTOS, UTC, OAS, dentre outras que não se recorda, que doassem oficialmente valores a candidatos do Partido Progressista aos cargos de deputado federal e senador"
57673 GRUPO QUEIROZ GALVAO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "QUE para comprar a bancada do PP na Cãmara Federal, o partido tinha que arrecadar entre R$ 3 a R$ 4milhões mensalmente; QUE esses pagamentos eram feitos com o objetivo de influenciar os parlamentares nas decisões políticas que eram tomadas na Câmara Federal, isto é, na votação de projetos de lei que fossem do interesse do Poder Executivo; QUE embora não tenha pago diretamente esses parlamentares referidos, na campanha eleitoral de 2010, a pedido do líder do PP, o declarante solicitou às construtoras QUEIROZ GALVAO, JARAGUA EQUIPAMENTOS, UTC, OAS, dentre outras que não se recorda, que doassem oficialmente valores a candidatos do Partido Progressista aos cargos de deputado federal e senador"
57620 ALEXANDRINO DE SALLES RAMOS DE ALENCAR PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic- Planning financial distribution with "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 16, afirma que a BRASKEM comprava e ainda compra diversos produtos da PETROBRÁS; QUE os produtos objetos de compra eram nafta, propeno, dentre outros; QUE para a cesta de produtos que a BRASKEM comprava há muito tempo, a PETROBRÁS praticava preços diferentes para o mercado interno e o internacional; QUE o preço da cesta no mercado internacional era bastante inferior ao praticado no mercado interno; QUE nesse sentido, com o intuito de se favorecer na aquisição de produtos da PETROBRÁS com preço inferior ao praticado no mercado interno, a BRASKEM, inicialmente por intermédio de ALEXANDRINO, funcionário do alto escalão de empresa, procurou JOSE JANENE, e este, por sua vez, juntamente com PAULO ROBERTO COSTA, negociaram que o valor da cesta fosse similar ao praticado no mercado internacional, em contrapartida ao pagamento de vantagem indevida pela BRASKEM anualmente, em média US$ 5 milhões de dólares, dos quais 30% eram destinados a PAULO ROBERTO COSTA e o restante ao PARTIDO PROGRESSISTA; QUE o presidente da BRASKEN, JOSÉ CARLOS, era quem posteriormente, ratificava os termos do acordo ilícito, batendo o martelo; QUE anualmente, o declarante se reunia com ALEXANDRINO, acompanhado também de JOSÉ JANENE enquanto este era vivo, PAULO ROBERTO COSTA e JOÃO GENU, ás vezes no Hotel HAYT ou TIVOL!, em São Paulo/SP; QUE nestas reuniões eram fixados os termos do acordo, estipulando-se quanto seria pago de vantagem indevida naquele"
57614 ALEXANDRINO DE SALLES RAMOS DE ALENCAR PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 16, afirma que a BRASKEM comprava e ainda compra diversos produtos da PETROBRÁS; QUE os produtos objetos de compra eram nafta, propeno, dentre outros; QUE para a cesta de produtos que a BRASKEM comprava há muito tempo, a PETROBRÁS praticava preços diferentes para o mercado interno e o internacional; QUE o preço da cesta no mercado internacional era bastante inferior ao praticado no mercado interno; QUE nesse sentido, com o intuito de se favorecer na aquisição de produtos da PETROBRÁS com preço inferior ao praticado no mercado interno, a BRASKEM, inicialmente por intermédio de ALEXANDRINO, funcionário do alto escalão de empresa, procurou JOSE JANENE, e este, por sua vez, juntamente com PAULO ROBERTO COSTA, negociaram que o valor da cesta fosse similar ao praticado no mercado internacional, em contrapartida ao pagamento de vantagem indevida pela BRASKEM anualmente, em média US$ 5 milhões de dólares, dos quais 30% eram destinados a PAULO ROBERTO COSTA e o restante ao PARTIDO PROGRESSISTA; QUE o presidente da BRASKEN, JOSÉ CARLOS, era quem posteriormente, ratificava os termos do acordo ilícito, batendo o martelo; QUE anualmente, o declarante se reunia com ALEXANDRINO, acompanhado também de JOSÉ JANENE enquanto este era vivo, PAULO ROBERTO COSTA e JOÃO GENU, ás vezes no Hotel HAYT ou TIVOL!, em São Paulo/SP; QUE nestas reuniões eram fixados os termos do acordo, estipulando-se quanto seria pago de vantagem indevida naquele"
57591 BENEDITO LIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57590 CIRO NOGUEIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57589 CIRO NOGUEIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57588 CIRO NOGUEIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP; QUE em face disso o grupo interno do PP formado por CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, BENEDITO DE LIRA, DUDU DA FONTE e AGNALDO RIBEIRO rebelou-se e assumiu a liderança do Partido Progressista; QUE neste momento ocorreu inclusive a troca da cadeira do Ministério das Cidades, saindo o Deputado MARIO NEGROMONTE e assumindo AGNALDO RIBEIRO; QUE nesta época foi solicitada por CIRO NOGUEIRA, que passou a liderar de fato (informalmente) o PP, uma reunião com PAULO ROBERTO COSTA, da qual participaram CIRO NOGUEIRA, ARTHUR DE LIRA, DUDU DA. FONTE, AGNALDO RIBEIRO e PAULO ROBERTO COSTA; QUE soube desta reunião por intermédio de PAULO ROBERTO COSTA, a qual, segundo este, foi realizada no Rio de Janeiro/RJ, mas não sabe onde; QUE nesta reunião, a nova liderança informou a PAULO ROBERTO COSTA que os repasses da PETROBRAS deveriam a partir de então ser feitos diretamente á ARTHUR DE LIRA, líder formal do PP; QUE nessa oportunidade também foi solicitado a retirada do declarante da posição de operador do PP nos contratos da PETROBRAS; QUE tal pedido se deu em virtude da ligação muito grande que o declarante possuía com JANENE e com o grupo anterior; QUE PAULO ROBERTO COSTA solicitou à nova liderança do PP que ele próprio indicasse o novo operador; QUE então PAULO ROBERTO COSTA indicou HENRY HOYER DE CARVALHO;"
57581 JOSE OCTAVIO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57580 LUIZ FERNANDO SOBRINHO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57579 MARIO NEGROMONTE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57578 JOAO PIZZOLATTI PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57577 NELSON MEURER PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57576 FLAVIO DERNS PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57575 PEDRO DA SILVA CORREA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57574 PEDRO HENRY PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57573 JOSE JANENE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57572 JOSE OCTAVIO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57570 LUIZ FERNANDO SOBRINHO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57568 MARIO NEGROMONTE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57567 JOAO PIZZOLATTI PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57566 NELSON MEURER PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57565 FLAVIO DERNS PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57563 PEDRO DA SILVA CORREA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57562 PEDRO HENRY PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57561 JOSE JANENE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "QUE indagado acerca dos fatos mencionados no Anexo n. 14, afirmou que o Partido Progressista - PP possuía um grupo hegemônico que o liderou desde 1994 até o final do ano de 2011 ou início de 2012, formado por JOSE JANENE, PEDRO HENRY, PEDRO CORREA, FLAVIO DERNS, NELSON MEURER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE, LUIZ FERNANDO SOBRINHO e JOSt: OTAVIO; QUE o líder deste grupo, de fato, sempre foi JOSE JANENE; QUE depois que JOSt: JANENE faleceu, o líder passou a ser MARIO NEGROMONTE; QUE o falecimento de JANENE enfraqueceu este grupo no âmbito interno do PP, pois JANENE sempre atendia as demandas dos demais parlamentares do partido e não "deixava de faltar com pagamentos" para eles e dessa forma conseguia concentrar bastante poder em sua pessoa; QUE no final de 2011 ou início de 2012, tal grupo passou a fazer repasses a menor das propinas oriundas da PETROBRAS para os demais integrantes do PP; QUE isso decorreu do fato de que após o falecimento de JOSE JANENE, as pessoas de NELSON MEUER, JOAO PIZZOLATI, MARIO NEGROMONTE e PEDRO CORREA passaram a se autofavorecer mediante a apropriação em seu próprio favor, a maior, dos valores recebidos do declarante, advindos da PETROBRAS, em detrimento de repasses aos demais membros da bancada do PP;"
57505 JULIO GERIN DE ALMEIDA CAMARGO PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Financial transactions to "QUE afirma com absoluta certeza que JULIO efetuou pagamentos para o PARTIDO PROGRESSISTA, que eram intermediados pelo declarante; QUE acredita que os valores entregues em moeda corrente nos escritórios de JULIO CAMARGO também fossem destinados a pagamento de agentes políticos"
57494 SANKO SIDER E SANKO SERVICIOS PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Financial transactions to "QUE, segundo recorda, houve uma tabela enviada por FABIANA ESTAIANO ao declarante através do email paulogoia58@hotmail.com. onde esta mencionado o comissionamento do declarante e o que seria "repasse", ou seja, os valores que a SANKO deveria repassar ao partido; QUE, perguntado do porque a SANKO repassaria valores ao partido, uma vez que não mantinha contratos diretos com a estatal, afirma que a SANKO teria sido contratada pela empresa CAMARGO CORREA principalmente para formalizar os repasses devidos pela CAMARGO CORREA ao PP; QUE, esse repasse da CAMARGO CORREA ao Partido Progressista por meio da SANKO era formalizado através de valores depositados junto a empresa MO CONSULTORIA;"
57493 CONSORCIO NACIONAL CAMARGO CORREA ­-CNCC PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Financial transactions to "QUE, segundo recorda, houve uma tabela enviada por FABIANA ESTAIANO ao declarante através do email paulogoia58@hotmail.com. onde esta mencionado o comissionamento do declarante e o que seria "repasse", ou seja, os valores que a SANKO deveria repassar ao partido; QUE, perguntado do porque a SANKO repassaria valores ao partido, uma vez que não mantinha contratos diretos com a estatal, afirma que a SANKO teria sido contratada pela empresa CAMARGO CORREA principalmente para formalizar os repasses devidos pela CAMARGO CORREA ao PP; QUE, esse repasse da CAMARGO CORREA ao Partido Progressista por meio da SANKO era formalizado através de valores depositados junto a empresa MO CONSULTORIA;"
57188 PAULO ROBERTO COSTA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Providing political favors to "QUE, quando ingressou na PEIROBRAS em maio de2004 por indicação do Partido Progressista foi. avisado de .que deveria ""zelar pelos interesses do· partido"" enquantodiretor da PETROBRAS"
57120 THE CLUBE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "em relação ao sistema de cartelização e comissionamento envolvendo a PETROBRAS (ANEXO 02) afirma que tal esquema iniciou-se com a pessoa de JOSE JANENE, ficando a cargo do declarante inicialmente realizar o recebimento junto aos empreiteiros; QUE, esta dínâmica teria iniciado ainda quanto o declarante estava preso, a partir da assunção de PAULO ROBERTO COSTA como Diretor de Abastecimento, quando ficou acertado que as empreiteiras que fossem contratadas pela PETROBRAS iriam pagar uma percentagem de 0,5 a 1,0% sobre o valor do contrato o qual seria destinado ao PP; QUE o repasse era via de regra no valor de 1,0% e apenas excepcionalmente menos do que isso; QUE, esse valor servia para pagar custos e impostos relacionados a emissão de notas sendo o restante direcionado ao declarante, a PAULO ROBERTO COSTA e ao Partido Progressista - PP, por intermédio do líder desta bancada, conforme determinação de JOSE JANENE; QUE na época o líder do PP eram os deputados PIZZOLATI ou MARIO NEGROMONTE; QUE, a regra era de que o dinheiro do PP seria entregue pelo próprio declarante ou por seus mandatários na residência de JANENE."
57110 DIRETORIA DE ABASTECIMENTO DA PETROBRAS PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Financial transactions to QUE assim como os demais parlamentares do PP, ALINE CORREA deveria ter algum tipo de benefício oriundo dos recebimentos do partido a partir da cota devida pelos contratos firmados no âmbito da Diretoria de Abastecimento da Petrobrás, titulada pelo declarante; QUE ALINE CORREA nunca pediu pessoalmente nenhum valor ao declarante, recordando-se da mesma apenas porque participava de algumas das reuniões com o grupo principal de dirigentes do PP, em razão de ser filha de PEDRO CORREA, e enquanto o PP foi dirigido por JOSE JANENE e MARIO NEGROMONTE;
57082 JOSE JANENE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic- Planning financial distribution with QUE, questionado acerca da distribuição dos valores pagos pelas empreiteiras, ou seja de 1 % sobre os contratos, afirma que inicialmente eram deduzidos os custos de emissão de nota fiscal e transporte (fretamento de aviões ou voos comerciais), em tomo de 25%; QUE" após a dedução dos custos, a comissão era rateada da seguinte forma: 30% para PAULO ROBERTO COSTA, 5% para o declarante, 5% para JOAO CLAUDIO GENU e 60% para JOSE JANENE; QUE, o declarante informa que era responsável pelo controle de caixa dos valores, sendo que nos casos de recebimento de parcelas de contratos o declarante retinha os valores em espécie ou os recursos eram buscados junto as empreiteiras conforme a necessidade; QUE, a divisão dos valores entre os membros do Partido Progressista (dentro da margem de 60%) era definida por JANENE, sendo que após a morte deste o próprio declarante se encarregou dessa divisão; QUE, em determinada oportunidade PAULO ROERTO determinou a entrega de valores.
57081 ALBERTO YOUSEFF PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic- Planning financial distribution with QUE, questionado acerca da distribuição dos valores pagos pelas empreiteiras, ou seja de 1 % sobre os contratos, afirma que inicialmente eram deduzidos os custos de emissão de nota fiscal e transporte (fretamento de aviões ou voos comerciais), em tomo de 25%; QUE" após a dedução dos custos, a comissão era rateada da seguinte forma: 30% para PAULO ROBERTO COSTA, 5% para o declarante, 5% para JOAO CLAUDIO GENU e 60% para JOSE JANENE; QUE, o declarante informa que era responsável pelo controle de caixa dos valores, sendo que nos casos de recebimento de parcelas de contratos o declarante retinha os valores em espécie ou os recursos eram buscados junto as empreiteiras conforme a necessidade; QUE, a divisão dos valores entre os membros do Partido Progressista (dentro da margem de 60%) era definida por JANENE, sendo que após a morte deste o próprio declarante se encarregou dessa divisão; QUE, em determinada oportunidade PAULO ROERTO determinou a entrega de valores.
57080 PAULO ROBERTO COSTA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic- Planning financial distribution with QUE, questionado acerca da distribuição dos valores pagos pelas empreiteiras, ou seja de 1 % sobre os contratos, afirma que inicialmente eram deduzidos os custos de emissão de nota fiscal e transporte (fretamento de aviões ou voos comerciais), em tomo de 25%; QUE" após a dedução dos custos, a comissão era rateada da seguinte forma: 30% para PAULO ROBERTO COSTA, 5% para o declarante, 5% para JOAO CLAUDIO GENU e 60% para JOSE JANENE; QUE, o declarante informa que era responsável pelo controle de caixa dos valores, sendo que nos casos de recebimento de parcelas de contratos o declarante retinha os valores em espécie ou os recursos eram buscados junto as empreiteiras conforme a necessidade; QUE, a divisão dos valores entre os membros do Partido Progressista (dentro da margem de 60%) era definida por JANENE, sendo que após a morte deste o próprio declarante se encarregou dessa divisão; QUE, em determinada oportunidade PAULO ROERTO determinou a entrega de valores.
57001 DIRETORIA DE ABASTECIMENTO DA PETROBRAS PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Benefit particular interest of QUE normalmente os parlamentares do PP já recebiam sua cota a partir do quanto destinado ao próprio PP da parcela de um por cento dos contratos firmados no âmbito da Diretoria de Abastecimento; QUE não perguntou a SIMÃO SESSIM por qual razão não procurou o próprio PP para pedir o aumento da sua cota
56981 ALBERTO YOUSEFF PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Serving as third party to QUE ALBERTO YOUSSEF, que controlava o caixa único das propinas recebidas pelo PP, disse ao declarante que referido valor de R$ 1 milhão (um milhão) seria destinado à campanha eleitoral de BENEDITO LIRA ao senado no ano de 2010;
56966 BENEDITO LIRA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of QUE quanto a BENEDITO LIRA, o mesmo foi candidato a senador em 2010, por Alagoas e pelo Partido Progressista; QU E o declarante não conhecia BENEDITO LIRA, tendo-o conhecido apenas após 2010, quando já havia sido eleito senador; QUE BENEDITO LIRA não frequentava o círculo de MARIO NEGROMONTE e JOSÉ JANENE, nunca o tendo visto em reuniões das quais participou com estes dois últimos e demais integrantes do PP mais próximos a estes; QUE esclarece que consta na agenda do declarante apreendida na Operação Lava jato a anotação de um pagamento de R$ 1,0 milhão (um milhão de reais) destinados a BENEDITO LIRA;
55220 JBS PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Official donations (political campaign) to Doações oficiais: PMDB: 5,724 milhões; PT: 700 mil; PDT: 150 mil; PP: 80 mil; PRTB: 100 mil; PTB: 100 mil; PR: 10 mil; PSD: 10.000.000,00; http://jud-anexos.digesto.com.br/52619d47af6662e1cc5699929cc151c3.pdf
47122 PEDRO DA SILVA CORREA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Providing political favors to Pedro Correa seria responsável, como liderança do Partido Progressiva, pelo repasse geral de propinas ao partido. Pág.4
47121 PEDRO DA SILVA CORREA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of Pedro Correa seria responsável, como liderança do Partido Progressiva, pelo repasse geral de propinas ao partido. Pág.4 Sentencia Nº 5023135-31.2015.4.04.7000/PR
47120 THE CLUBE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to "Cerca de R$ 357.945.680,52 teriam sido repassados em propinas à diretoria de Abastecimento e ao Partido Progressista entre 2004 a 2014. Pág. 4" Sentencia Nº 5023135-31.2015.4.04.7000/PR
47070 PEDRO HENRY PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Logistic - Being part of "Ministério Público Federal:- Quem eram os principais beneficiários? Paulo Roberto Costa:- Bom, na fase, tem duas fases do partido progressista, na primeira fase era o José Janene e as pessoas que tinham uma ligação muito forte com ele, que era que eu conheci na época, o próprio Pedro Henry, que era o Pizzolatti, que era o está aqui agora..."
46696 JOSE JANENE PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to José Janene era quien recibía los sobornos para su partido político. El Partido Progressista. La división de ese 1% del contrato, y que consistía e el monto ilegal total era  60% para el partido, el 30% de Paulo Roberto Costa, 5% fue para mí y 5% fue para el evaluador en el momento de José Janene, que era Juan Claudio Genu.
46694 ALBERTO YOUSEFF PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Economic - Bribe payment to El consorcio ganador pagaba un soborno del  1% al partido Progressista y al partido dos Trabalhadores.
46569 PAULO ROBERTO COSTA PARTIDO PROGRESSISTA BRASILEIRO (PPB) Political - Providing political favors to "Paulo:O que eles me colocaram, inicialmente, é que eu deveria ajudar o partido. Isso foi colocado na primeira reunião, “ó, vamos indicálo, mas, obviamente que o senhor vai ter que ajudar o partido em algumas coisas”. Eu falei “tá bom”, mas eu não tinha esse percentual, não tinha noção detalhada do que seria essa ajuda, mas me foi dito na primeira reunião que eu teria que ajudálos."