Relationship: Relationship

Actor 1: 
Evidence: 
Então, quem comprava as listas... É que nós tínhamos uma loja no centro da cidade; eu tinha um funcionário que era gerente da loja que conhecia, tinha 50 anos de mercado de corretoras e conhecia muita gente lá. Então, ele era o cara incumbido de comprar, eu só dizia: “Olha, não vai me comprar nada no meio da rua”, “Não, não”, “Procura dentro de banco”, então era ele; quem era, de quem ele comprava, não comprava de uma pessoa só e, repito, não comprava em grande quantidade porque nós não tínhamos essa necessidade. Se o senhor imaginar que eu dou 100 mil por dia, são 30 nomes. Foram achados aí 900 nomes, é boleta pra caramba, não tinha essa necessidade, então não era um negócio que todo dia a gente tinha que sair comprando lista, não. Tinha ali e eu atendia a ela na medida do que eu não podia evitar" Pg. 27
Workspace: 
Brazil - LavaJato
Resource Movement: